Osteopatia em Olhão

No nosso Gabinete encontra Osteopatia em Olhão.

A Osteopatia deve o seu nascimento e a codificação racional das suas leis ao osteopata americano Andrew Taylor Still (1829-1917). Formado em medicina, perdeu três dos seus filhos devido a uma epidemia de meningite. Frustrado por não conseguir salvar os filhos, Still voltou a estudar anatomia e fisiologia com a convicção que a absorção de medicamentos apresenta inconvenientes para os seus pacientes. 

Nos seus estudos, Still definiu quatro princípios, nos quais se baseia a osteopatia:

  1. A estrutura governa a função;
  2. A unidade do corpo;
  3. A autocura;
  4. A lei da artéria.

Para que o corpo humano funcione de uma forma ótima é necessário que os sistemas principais estejam em harmonia (músculo-esquelético, visceral e cranial). As fáscias asseguram a relação funcional entre o aparelho locomotor, o sistema visceral e os diferentes sistemas do corpo.

A Osteopatia estuda os efeitos que vêm da estrutura, baseia-se na anatomia, fisiologia e semiologia e o tratamento baseia-se num exame clínico.

INDICAÇÕES DA OSTEPATIA

Devido à complexidade da anatomia e fisiologia, os tratamentos osteopáticos serão um bom auxílio em casos:

Musculo esqueléticos

  • lesões desportivas,
  • entorses,
  • tendinites

esfera craniana

  • cefaleias,
  • otites,
  • rinites,
  • sinusites

visceral

  • dores pré-menstruais,
  • problemas digestivos,
  • problemas respiratórios,

“Confiança plena na equipa que me recebe sempre com um sorriso e sempre com a máxima preocupação em perceber como me ajudar da melhor forma possível. Um bem haja para vocês, será sempre uma equipa que procurarei sempre que necessitar.”

João Candeias

“Como cliente, de Clinica Gabinete Terapias Manuais só tenho a dizer bem, varias vezes por lá passei sempre muito bem atendido tanto pela Carla como pelo Daniel. Seja em fisioterapia ou massagem a Carla é excecional. Recomendo a quem quiser a Clinica GTM.”

João Reina

O que acontece numa consulta de Osteopatia?

O osteopata examinará fisicamente o paciente, que pode precisar tirar algumas roupas para fazer o diagnóstico. A privacidade do paciente é sempre respeitada durante este processo.

O paciente deverá demonstrar alongamentos e movimentos simples para ajudar o osteopata a fazer uma análise precisa de sua postura e mobilidade.

O terapeuta também avaliará a saúde das articulações, ligamentos e tecidos, usando uma técnica de toque altamente treinada conhecida como palpação.

O osteopata irá propor um plano de tratamento para atender às necessidades do paciente. Isto incluirá o número de sessões que provavelmente serão necessárias, embora esse número possa mudar dependendo da resposta do paciente ao tratamento.

A osteopatia enfatiza a autocura, portanto também pode aconselhar mudanças na dieta, programas de exercícios em casa e ajustes no estilo de vida.

A manipulação e o trabalho prático são suaves, mas devido ao trabalho físico realizado, um paciente de osteopatia pode sentir dores nas primeiras 24 a 48 horas.